quarta-feira, 18 de maio de 2011

Como conviver com a AIDS na visão de Valéria Piassa.

Baumcuméquita? Então pessoal eu, o Wesley , o Luís e o João decidimos fazer uma análise sobre o livro Depois daquela Viajem de Valéria Piassa Polizzi. No qual o assunto principal é a Aids. Na obra de Valéria ela diz como se prevenir, como conviver com o vírus do HIV. Obs: a análise tem como tópicos o enredo, temática principal e secundária, situação da aids no brasil e indicação da obra. Espero que gostem, valeu e o mais importante usem camisinha.



Análise: O livro "Depois daquela Viajem" de Valéria Piassa Polizzi, é uma obra que aborda como tema principal a Aids, mas não é um livro que fala apenas sobre como a doença age, e como se prevenir. É um livro que mostra como uma garota vive, com a Aids. A temática principal da história de Valéria é como a doença à afligiu, contando de modo informal, mostrando em detalhes os pensamentos do narrador/personagem em sua vida, seus medos, ações, circunstâncias em que se encontra e etc.
E na temática secundária da história, a vida de alguém que vive com a Aids, principalmente acentuando no texto que era considerado uma possibilidade de uma morte horrível, cheia de sofrimento e que a pessoa se torna incapaz de ser normal, e depois se mostrando que mesmo uma pessoa sendo portadora de HIV, ela pode viver normalmente como qualquer outra, porém tendo que superar o preconceito dos outros, seus próprios medos, preconceitos e aceitar de sua condição. Segundo Valéria, quando descobriu que tinha Aids seu mundo caiu. Ela se sentia diferente, não conseguia se abrir com alguém para falar que tinha Aids, também tinha vontade de sumir, morrer, pois o preconceito era grande, segundo a autora o mais difícil do que ter Aids era ter que fingir que não tinha.
A descoberta da Aids no Brasil, no início foi de 257 mil casos sendo que destes 185 mil em homens e 72 mil em mulheres. Porém a Aids naquele tempo tinha aumentado entre as mulheres, especialmente na faixa dos 13 aos 29 anos em regiões pobres. Agora comparando-se aos anos de 1999 e 2011 a redução chegou a 44,4%. O resultado confirma a eficácia da política de redução da transmissão do vírus HIV. Se tratando do jovens, as pesquisas mostrarão um crescimento de jovens com vírus da Aids, de 0,09% passou para 0,12%.
A obra Depois daquela Viajem é um livro interessante e divertido, porém serve de alerta aos jovens para que não se exponham às mesmas consequencias da desinformação não só em relação às formas de contaminação, mas também em relação ao que é viver com Aids.
O texto é uma obra literária com linguagem informal dedicado ao público jovem. Recomendamos essa obra a todos os tipos de idades, mas principalmente aos jovens e adolescentes que estão tomando conhecimento que a Aids destrói vidas, mas tem como superá-las. ( Por Daniel e Luís, com a participação de Wesley e João Pedro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sem material impróprio e trollagem por favor.

Postar um comentário